UNEBmail
Sistema de Bibliotecas
Portal do Servidor
Moodle UNEB
POA-Web
PIT Eletrônico
Contatos
Institucional
  NOTÍCIAS
Buscar notícia:
Portal UNEB / Notícias
07/03/2008
VONTADE POLÍTICA E DIÁLOGO ABERTO
Administração Central da UNEB agiliza solução para problemas no Campus XVIII (Eunápolis) e Campus XIII (Itaberaba) - Novas instalações asseguram volta à normalidade - Reitor e Dirigentes dialogam com comunidades locais - Leia REPORTAGEM

Os problemas de instalações e infra-estrutura deficitárias que levaram a recentes mobilizações da comunidade universitária no Campus XVIII (Eunápolis) e Campus XIII (Itaberaba) da UNEB já estão sendo equacionados nos próximos dias.

Compreendendo a legitimidade e urgência das reivindicações dos estudantes, professores e servidores desses campi, o reitor Lourisvaldo Valentim viajou, acompanhado da pró-reitora de Extensão (Proex), Adriana Marmori, a Eunápolis e negociou diretamente com a comunidade opções de locais adequados para o imediato funcionamento das atividades acadêmicas.

"Conseguimos, com empenho e agilidade, dois locais que podem abrigar, a contento, as aulas do campus de Eunápolis. Um está sendo cedido por uma grande companhia que é nossa parceira em projetos de preservação ambiental. Outro é  em uma boa escola pública", explicou o reitor.

Valentim assegurou que, qualquer que seja a escolha da comunidade, será temporária. "Tudo farei, junto aos governos, para que, já no segundo semestre, possamos estar lançando a pedra fundamental das obras do novo Campus XVIII, que trará a solução definitiva para esse problema", adiantou o reitor. 

Segundo Adriana Marmori, a nova diretora do Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias (DCHT), Vânia Rita Araújo, e a comunidade do campus de Eunápolis agradeceram muito os esforços da administração central, reconhecendo a firme vontade política e capacidade de articulação do reitor e gestores da UNEB. "Depois das conversas que tivemos, senti um clima de otimismo e maior tranqüilidade na turma. Todos querem voltar logo às aulas", contou. A pró-reitora também tratou de demandas da residência estudantil local, negociando soluções com os estudantes residentes.

Itaberaba: Ação e Reformas 

Ao mesmo tempo em que resolvia a situação em Eunápolis, o reitor Lourisvaldo Valentim acompanhava e deliberava, via celular, as negociações com a comunidade universitária do Campus XIII (foto).

Representando o reitor, viajaram para Itaberaba o assessor-chefe da Assessoria Técnica da UNEB, Luiz Paulo Neiva, e o prefeito-geral dos Campi, Sérvulo Barros. Eles foram acompanhados de um técnico da Superintendência de Construções Administrativas da Bahia (Sucab).

De acordo com Luiz Paulo Neiva, realmente faltam condições mínimas ao campus para funcionar com segurança. Em vista dessa avaliação técnica, a administração central da UNEB determinou a adoção de três medidas imediatas. "A primeira é a execução de um plano de trabalho que estabelece um prazo de 60 dias para a realização das reformas necessárias nas instalações locais que garantam a volta à normalidade. As obras incluem a conclusão da rede lógica e a instalação de condicionares de ar", salientou.

Outra medida a ser adotada pela Reitoria é solicitar à Sucab uma auditoria detalhada no contrato com a empreiteira que realizou as obras no Campus XIII em 2002. "Todas as eventuais despesas que tivermos agora com a reforma e o aluguel temporário de um novo prédio iremos repassar para a construtora que fez essa obra aqui. Se preciso for, acionaremos a empresa na Justiça", esclareceu o assessor-chefe.

A terceira medida acertada com a comunidade universitária, informou Luiz Paulo, visa assegurar o reinício imediato das aulas, com a transferência - temporária, por 60 dias, enquanto são realizadas as reformas - das atividades do Departamento de Educação (DEDC) local para outras instalações. "Na impossibilidade de um prédio público, a universidade vai assumir o aluguel de um imóvel privado, sempre atentando para a excelência nas instalações. Esperamos que a diretoria, estudantes, professores e funcionários do departamento aprovem o local", disse.

Para a professora Carla Patrícia Santana, que integra a comissão de mobilização local, "percebemos uma disposição efetiva da administração central da UNEB para resolver esse problema com rapidez. Há um sentimento na comunidade universitária de que, agora, vamos encontrar um solução definitiva para a questão do Campus XIII".


[Texto: Ascom/UNEB. Fotos: Divulgação]tv/mj

 
 
 
VONTADE POLÍTICA E DIÁLOGO ABERTO

Universidade do Estado da Bahia - UNEB. © Todos os direitos reservados.
Rua Silveira Martins, 2555, Cabula. Salvador-BA. CEP: 41.195.001. Tel.: 71 3117-2200.